Resenha: A Rainha Vermelha – Espada de Vidro, de Victoria Aveyard


Porque sou fraca, me viro nos braços dele. Porque sou fraca, pressiono os lábios contra os dele, à procura de algo que me faça parar de fugir, que faça esquecer. Ambos somos fracos, ao que parece.


Como podem lançar um livro desse e não ter a data do lançamento do próximo? Estou aqui estagnada com o que foi o 2º livro da série A Rainha Vermelha: muita ação, muitos personagens novos e muitos novos poderes. Amei cada detalhe!

Mare Barrow fica ao lado da Guarda Escarlate com uma vingança clara a Maven e à Rainha Elara. Ela não consegue tirar dos pensamentos a Lista de Julian com os sanguenovos e está decidida a ir atrás de cada um para tentar salvá-los do Rei, que já tem o conhecimento da lista. A partir daí vocês podem imaginar o quão emocionante o livro fica, pois o tempo é muito curto para achá-los antes do (SPOILER!) Rei Maven.

Ah, e é claro que imaginei que eles (Cal e Mare) iriam namorar agora que estão juntos, mas logo no início do livro (SPOILER!), Mare deixa claro para si mesma que Cal é a sua arma contra Maven.

Em meio a muitas traições e conflitos internos, Mare se verá diante de um grande dilema: Cal, ser uma líder e quanto sua vingança a afetará. 

Uma coisa bem bacana da edição brasileira da Seguinte (Selo editorial da Cia das Letras), é que o lançamento de Espada de Vidro foi simultâneo com os EUA (lá é lançado Harper Teen). Podemos aguardar o mesmo capricho com os próximos ;).

Os dois livros da série e a coleção de contos fizeram tanto, mas tanto sucesso, que a Universal já comprou os direitos autorais e tudo indica que um filme deve chegar logo em breve na telona.

Assim como o primeiro vol., o livro te prende do início ao fim. Se você curte distopias, recomendo muito a série de estreia da autora Victoria Aveyard, que ainda está escrevendo a saga, com previsão do livro 3 e 4 para 2017 e 2018 

Vai logo, Vick! Não sei se aguento esperar tanto tempo ;(




Sinopse: sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.

Ficha Técnica:

Título original: GLASS SWORD
Tradução:Cristian Clemente
Capa: Sarah Nicole Kaufman
Páginas: 496
Formato: 16.00 x 23.00 cm (Brochura)
ISBN: 9788565765947
Selo: Seguinte

Postado por:


Compartilhe no Google Plus

About Muller Nascimento

Empreendedor na Hardskull Clothing; marketeiro por formação; metido a designer, videomaker e fotógrafo; louco por café e apaixonado por gatos. Conheça meu trabalho em www.mullernascimento.com