Receita para se fazer um vilão




‘A ascensão do Governador’ é o primeiro e-book da trilogia de The walking dead , que se passa no seriado de TV e quadrinhos homônimos. O romance conta a historia de Philip Blake, um “bom homem” que perdeu (quase) tudo na epidemia que transformou todo a população em zumbis. Oque motivou o nosso protagonista a lutar para sobreviver foi seu irmão, Brian, seus amigos Nick e Bobby, e sua filinha, Penny.

 Philip, desde a infância, era tido como um homem que não levava desafora pra casa. Sempre soube se virar e fazia de tudo para proteger sua irmão mais velho. Mas uma coisas marcaria para sempre sua vida: a morte de sua ex-mulher, Sarah Black.

 Pense bem na situação de Philip: ele é viúvo, cria uma filha sozinho e ainda por cima tem de lidar com epidemia de zumbis. Mas não se tratam de pessoas que estão em túmulos e se levantam, são pessoas que viram zumbis de uma hora pra outra, assim, do nada.

Coitado desse cara. Agora, além de prover o sustento, o carinho e o amor para sua filha, ele tem que, de algum jeito, protege-la de mortos-vivos. Mas Philip não está sozinho. Ele tem amigos e um irmão(um fracote medroso, mas ainda assim, é seu irmão).

 Philip entra em contato com eles, que, juntos, decidem sai para um lugar que não tenho sido tão afetado pela doença, a fim de se protegerem. Dos quatros homens, Philip é o mais indicado para ser o líder do grupo, pois era um homem bem forte, corajoso, e não temia a ninguém. Mais um fardo para o pobre homem.

 Some tudo isso o fato de que as cidades estão desabitadas de seres humanos, o alimento está escasso, os carros estão sem gasolina e jogue dentro da cabeça de um homem responsável, que faria qualquer coisa (mesmo!) para proteger os seus. Ninguém aguenta mais a carga, meu amigo.

 Esta é a deixa para você se aventurar num dos maiores suspenses da atualidade. Confesso que sou muito fã da franquia de zumbis. Assisto ao seriado ( que alias, nesta ultima temporada mostrou o que aconteceu com Philip Blake após os acontecimentos citados no e-book), leio os quadrinhos e coleciono figurinhas, mas nada disso me deixou tão ligado quanto a leitura desta obra.

 De verdade, eu não conseguia parar de ler. Imaginava cada cena, cada momento em minha mente, eu realmente fiz parte da trama, observando as angustias, a luta por sobrevivência, o amor de uma pai por sua filha, o quanto tudo isso pode transformar um ser humano... Tudo isso me prendeu de uma maneira, que todas as minhas conversas eram centralizadas em The walking dead: A ascensão do Governador.

Texto publicado originalmente por mim no blog do iba, no dia 08 de abril de 2013.

Compartilhe no Google Plus

About Ceroula Blog

Empreendedor na Hardskull Clothing; marketeiro por formação; metido a designer, videomaker e fotógrafo; louco por café e apaixonado por gatos. Conheça meu trabalho em www.mullernascimento.com